sexta-feira, 23 de maio de 2014

#Livros; Vampiros em nova York vol. 1 e 2

Oi meninas!
Hoje é sexta feira, dia de falar de livros.
E o livro da semana foi Vampiros em Nova York de Scott Westerfeld .

(Os primeiros dias)


Eu sou suspeita para falar desse livro, pois este foi meu primeiro livro, e este também foi o livro que me tornou uma leitra compulsiva.
Quem lê o titulo logo julga pela capa e diz: Ah não, mais um livro romance vampírico?

Não, este com certeza não é mais um livro do tipo crepúsculo ou a serie True Blood.
Ok, está mais para True Blood, mas sem a parte imoral e os xingamentos desnecessários.
Neste livro os vampiros não são fofos e nem muito amigáveis.
E nem gostam de ser chamados de "VAMPIROS" o termo usado pelo autor é "PEEPS".

Vampiros descritos de forma moderna, em que certos momentos nos fazem ter nojo de algumas ações do protagonista Cal Thompson, um rapaz de 19 anos, que foi infectado por um parasita que causa efeitos terríveis em seu hospedeiro, mas nele, por pura sorte, teve seus sentidos aguçados, como visão noturna, audição incrível e energia o tempo todo, não podendo se aproximar de uma garota sem deixá-la louca.
A vida de um peep não é fácil, principalmente pra Cal, que por não se transformar em um verdadeiro louco, vive caçando peeps, tentando reverter à situação de suas amantes azaradas e de outros que aparecem em seu caminho.
Com termos biológicos que aparecem o tempo todo na história, intercalando entre os capítulos principais, curiosidades sobre os parasitas, que te preparam para um melhor entendimento deste enredo, pensei muitas vezes que tudo isso sobre os toxoplasmas, virulência ideal, trematódeos fosse uma grande ficção muito bem bolada, mas tudo é verdade, a mais pura verdade, porque não adianta correr, os parasitas estarão sempre perto/dentro de você.


Voltando ao livro, ele não só te prende pela dinâmica, ele também é cheio de informações biologicas verdadeiras, você tem varias aulas de biologia num livro que também fala sobre vampiros... ou melhor Peeps.
Okay, de quebra você ainda se apaixona por Carl Thompson, personagem principal do livro, um cara muito inteligente, engraçado e literalmente intocável; quem já leu o livro sabe o porque.
Mas para não dizer que eu falo bem do livro só por que eu o amo, aqui vai o prologo.

"Após passar uma noite com uma misteriosa mulher, Cal Thompson é infectado por um parasita. Mas ele se torna apenas um portador do vírus. Ganha visão noturna, olfato aguçado, força e agilidade, mas fica livre de se tornar um peep - criatura terrível mais conhecida como vampiro. "


Agora vamos aos Últimos dias de Vampiros em Nova York (buáá)
Finalmente é chegado os últimos dias, quando o vírus não é o único problema, há também as criaturas misteriosas que vivem 
subterraneamente em Nova York.
Dessa vez, o livro é narrado por personagens diferentes, Alana Ray, Moz e outros. Carl e Lace também aparecem, mas beem no final e de forma bem rápida.

O início do romance não tem muita relação com Os Primeiros Dias , excetuando o caos em Nova York que é uma continuação dos fatos do primeiro livro. São novos personagens, que tentam montar uma banda. aí a relação com a lista de bandas nos títulos dos capítulos.

E para encerrar o post aqui vai o prologo dos Últimos dias.
Coisas estranhas estão acontecendo em Nova York: uma água negra jorra dos hidrantes e o lixo está se acumulando. Ratos são vistos em bandos e gatos encaram a todos com um olhar suspeito. É o apocalipse, mas para Pearl, Moz e Zahler tudo que importa é A Banda. 
Pearl e Moz nunca haviam se visto até o dia em que alguém joga uma Fender Stratocaster (uma guitarra) pela janela de um prédio. O acaso faz sua parte: Pearl é uma tecladista talentosa e Moz toca guitarra. Por que pensar no fim do mundo se você pode criar a maior banda de rock de todos os tempos? Moz recruta um baixista amigo, Zahler; uma baterista esquizofrênica que vaga pelas ruas de Manhattan, Alana; e Minerva, uma sedutora vocalista que de uma hora para outra renegou tudo que mais amava... 
E chegamos onde interessa. Você se lembra dos peeps, não? Um parasita que causa efeitos terríveis em seu hospedeiro, transformando-o em... bem, um vampiro. Mas nada de mordidas, aqui o vírus é transmitido sexualmente - e ele se espalhou por toda a cidade de Nova York numa velocidade assustadora. 
Todos no submundo sabem da epidemia e a vigilância sanitária não pode fazer nada para controlá-la. Mas a Patrulha Noturna pode. Guardas "preparados" para conter os peeps, que também são pessoas infectadas pelo vírus, mas ao mesmo tempo imunes aos efeitos devastadores da doença. Por conhecerem os pontos fracos dos infectados, usam isto como arma para combater os vampiros...
E agora, a música vai sobreviver ao fim do mundo? O caos é real e os cinco adolescentes podem estar, na verdade, criando a trilha sonora do apocalipse. 
Divertido e mordaz, Os últimos dias mostra por que Scott Westerfeld é um dos mais aclamados escritores jovens da atualidade.


Então meninas essa foi a dica literária da semana, espero que vocês tenham gostado e tenham um ótimo fim de semana!!

1 comentários:

Bárbara Rosa disse...

Gostei da dica! Vou procurar para ler!!
Grande abraço,
www.amendoimcomchocolate.com

Autora

Autora
Olá, seja bem vinda(o) ao Club da Paulla! Eu me chamo Paulla Azevedo, tenho 17 anos sou de Salvador e também sou apaixonada por moda e livros. Espero que você aprecie o conteúdo deste blog, cuja função é informar e ajudar com matérias e videos.

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Meu Facebook

Siga o Blog

Curta a Fanpage

Parcerias

Instagram

<-! SnapWidget -->

Veja Também

Search